Entregamos em todo o Brasil O valor da Guia do ICMS será recolhido à parte conforme a alíquota de cada Estado

Frete grátis SP e grande SP para compras acima de R$ 300,00

3x sem juros no cartão para compras acima de R$ 600,00

5% de desconto à vista no boleto ou depósito, exceto nos
produtos em Oferta

Arquivo mensais:setembro 2017

  • Dicas para reaproveitar as garrafas e rolhas

    Se você é fã de vinho, talvez sempre se pergunta: O que fazer com a garrafa e a rolha quando acaba o vinho? Engana-se quem pensa que é hora de jogar fora! Com criatividade, é possível reaproveitar as garrafas e as rolhas na decoração da sua casa.

    A decoração mais comum são com as rolhas, investir em um recipiente transparente com diversas rolhas garante um charme especial. Além disso, deixa qualquer ambiente moderno.

    Outra forma de reaproveitar as rolhas é usá-las como imãs de geladeira. Basta retirar o miolo, colocar pequenas mudas de plantas e colar um imã na parte de trás. Charme e delicadeza em um objeto simples!

    Já para reaproveitar as garrafas de vinho, uma dica interessante é investi-las como vasos. Flores garantem um ambiente descontraído e delicado. Outra opção, é apostar nas luzes de decoração dentro das garrafas! Super charmosas e podem ser usadas em diversos ambientes, como: salas, cozinhas, quartos, escritórios.

    Essas são as nossas dicas! O que acharam?

  • 5 vinhos para expert!

    Muitos são os amantes de vinhos e, além disso, muita gente está sempre procurando a sofisticação e diversidade que esse universo oferece. Sendo assim, algumas pessoas são consideradas expert no assunto. Por isso, esse post é pra vocês!

    Nós da Wine Brasil, separamos 5 vinhos ideais para quem é expert no assunto. Vamos começar com o Pêra Manca Tinto: na boca é poderoso, grande estrutura, concentrado e fresco. Final de boca muito longo a frutos secos e chocolate preto.


    Nossa segunda sugestão é o Guru Branco que é muito equilibrado, tem boa acidez, corpo elegante e profundo com final longo e delicado. Nossa terceira sugestão é mais um tinto: o Mob Tinto tem grande frescor de boca, leves fumados, especiarias finas e muita elegância em um ótimo conjunto de leveza e equilíbrio!

    Nossa penúltima sugestão é o Júlio Bastos Garrafeira que é um vinho que resulta da seleção das melhores uvas provenientes de vinhas velhas de Alicante Bouschet.

    E, por último e não menos importante é o Quinta do Vallado Porto Tawny que tem um ataque delicioso, rico e aveludado com bastante frescura. O final é muito persistente e complexo.

    Essas são as nossas sugestões de vinhos para os expert! O que acharam? Deixem seus comentários!

  • Conheça os tipos de rolhas

    É impossível pensar em vinho e não se lembrar da rolha, pecinha superimportante na armazenagem da bebida. Pode não parecer, mas para muitas pessoas o simples fato de abrir o vinho com o saca rolhas faz toda a diferença na hora de saborear um bom rótulo.

    Antigamente, a única tampa que vedada os vinhos eram as rolhas feitas de cortiça, no entanto, hoje existe uma grande variedade de rolhas e cada uma tem uma característica diferente.

    ROLHA DE CORTIÇA

    Adotada no início do século XVII, tornou-se referência por fazer a vedação das garrafas. Extraído da casca do sobreiro ou do carvalho, a cortiça é um material natural muito encontrado em Portugal. Seu maior diferencial é por impedir que o líquido entre em contato com o oxigênio. Entretanto, é bastante vulneral à contaminação por TCA (tricloroanisol), que pode provocar mofo e odor, estragando completamente o vinho.

    ROLHA MACIÇA

    Produzida também de cortiça, é a opção de melhor qualidade. O tamanho é importante; quanto mais larga e elástica for a rolha, melhor para que ela tenha firmeza e consiga vedar a boca da garrafa.

    ROLHA DE AGLOMERADO DE CORTIÇA

    Conhecido por ser a fabricação mais barata, é feita com cortiça moída (sobras das rolhas maciças) e cola. A sua durabilidade também é menor e, algumas vezes, a cola pode sim interferir no aroma dos vinhos.

    ROLHA DE CHAMPAGNE

    Sua produção é dividida em 2 partes: a parte superior, maior e arredondada é feita com aglomerado de cortiça, com mais rigidez para poder puxar com a mão. Já a parte inferior é feita de rolha maciça, mais elástica para garantir a vedação.

    ROLHA SINTÉTICA

    De produção recente, a rolha sintética chegou ao mercado no começo dos anos 90 para substituir a rolha de cortiça.
    Mais econômicas e não vulneráveis à contaminação por TCA, esse tipo de rolha permite que o vinho seja armazenado em pé. No entanto, a durabilidade e a vedação ainda não são comprovadas, fato que, somadas ao lado estético, provoca revolta nos mais tradicionalistas.

    TAMPA DE ROSCA

    Feita de material metálico de rosca e com cobertura interna de plástico, este tipo de rolha impede que o vinho entre em contato com o oxigênio.
    A rolha de rosca foi popularizada em países como Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos, Chile, Argentina e Brasil.

    ROLHA DE VIDRO

    Nova no mercado, as rolhas de vidro estão entrando no mercado aos poucos, começaram a serem fabricadas no ano 2000. Completamente inerte, a rolha de vidro não tem sabor e nem cheiro, deixando assim o aroma do vinho totalmente livre de alguma alteração.

    E você? Conhecia toda essa variedade? Deixe sua opinião nos comentários!

  • Setembro Vermelho: Uma taça de vinho diariamente para manter seu coração protegido

    Esse mês é conhecido como Setembro Vermelho, pois foi o mês escolhido para concentrar as campanhas de conscientização, prevenção e tratamento das doenças cardiovasculares. Sendo assim, qualquer dica para manter o coração saudável é bem vinda, não é mesmo?

    Muita gente já escutou que tomar uma taça de vinho todo dia faz bem para o coração, mas a maioria não sabe exatamente o porquê. Por isso, nós da Wine Brasil vamos esclarecer!

    Pesquisas recentes mostram que o vinho é rico em antioxidantes, ou seja, essa bebida protege o sistema cardiovascular. Além disso, previne doenças cardíacas, reduz a pressão, controla o colesterol e aumenta a longevidade.

    Sendo assim, se consumido sem exageros, o vinho garante prazer durante o frio, além de promover boa saúde!

  • Taça de vinho: qual escolher?

    Quem nunca passou pelo dilema de qual taça escolher para tomar vinho? É fato que existem diversos tipos de taças, mas primeiro é preciso entender o porquê elas existem!

    Atualmente, as taças são desenhadas de uma forma bem técnica, com foco no caminho que o vinho faz da taça até a boca e como os aromas chegam até o nariz. Mas, como nem todo mundo pode ter um tipo de taça para cada vinho, acreditamos que os amantes do vinho podem viver apenas com alguns modelos de taças!

    Primeiro passo para escolher uma taça para vinho é olhar o material, pois a taça precisa ser transparente, já que olhar a coloração do vinho é importante.

    Segundo passo é olhar o material, o mercado oferece três opções: cristal, cristal de vidro e vidro. Esse passo depende realmente da sua necessidade. Se você é cuidadoso, invista na de cristal. Caso contrário, a melhor opção é a de cristal de vidro ou vidro. Assim, a chance de quebrar a taça é menor!

    O terceiro e último passo é escolher o formato ideal para cada vinho. Vamos começar com o vinho tinto! A taça ideal para esse tipo de vinho é a que tem o maior corpo, pois o vinho precisa de espaço para respirar, podendo liberar os aromas e sabores.

    Já para o vinho branco, é ideal investir em uma taça menor, pois esse tipo de vinho é servido em uma temperatura mais baixa. Além disso, o corpo menor permite maior realce das notas de frutas.

    E para finalizar, nossa dica é apostar também em uma taça para espumante. A taça ideal é aquela mais fina e comprida, pois possibilita que as borbulhas sejam apreciadas.

     

    Essas são as nossas sugestões de taças ideais!

    O que acham? Deixem seus comentários!

5 Produto(s)