Entregamos em todo o Brasil O valor da Guia do ICMS será recolhido à parte conforme a alíquota de cada Estado

Frete grátis SP e grande SP para compras acima de R$ 300,00

3x sem juros no cartão para compras acima de R$ 600,00

5% de desconto à vista no boleto ou depósito, exceto nos
produtos em Oferta

Papa Figos Tinto 2017

Mais Imagens

Papa Figos Tinto 2017

Disponível: Em estoque

Aroma que revela fruta vermelha bem madura, enriquecido pela madeira discreta, resultado do estágio em carvalho francês durante 12 meses. Paladar leve e encorpado.
750ml

Preço: R$152,00

Preço Promocional R$121,80

ou em até 3x R$ 40,60 sem juros no valor total de compras acima de R$ 600,00
Opções Adicionais
OU
Sobre o produto

Detalhes

De todas as aves do Douro, o Papa Figos é uma das mais raras. Uma ave migratória de cores vivas e atraentes. Chega ao Douro na Primavera, quando as videiras começam a florir, e parte para o Sul no fim do Verão, quando se preparam as vindimas. O Papa Figos é a imagem perfeita para evocar este vinho único da Casa Ferreirinha.

Aroma: revela fruta vermelha bem madura, enriquecido pela madeira discreta, resultado do estágio em carvalho francês durante 12 meses.

Paladar: Levemente Encorpado

Ficha técnica

Ficha técnica

Tipo de Vinho Tinto
Tipo Gustativo Seco
País Portugal
Região Douro
Produtor Casa Ferreirinha
Safra 2017
Cor do Vinho Vermelho Rubi
Volume 750ml
Uvas Tinta Barroca, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional
Pontuação Wine Spectator 90 pontos
Temperatura de Serviço 14°C a 19°C
Sugestão de Guarda até 5 anos
Graduação Alcoólica 13,0%
Harmonização Assados, Carnes Vermelhas, Condimentados, Embutidos
História do produtor

Casa Ferreirinha

 

A histórica vinícola duriense possui como nome o apelido de sua mais notável proprietária e administradora, D. Antónia Adelaide Ferreira, herdeira de terras que, com excepcional presença de espírito e um pouco de sorte, conseguiu multiplicar o patrimônio da família e contribuir para a produção vitivinícola do Douro. Um de seus mais importantes feitos foi o de adquirir um grande lote de vinhos a preços baixíssimos devidos à superprodução logo antes do período de extrema escassez causado pela praga da filoxera. A senhora pôde negociar então de maneira excepcional com os ávidos compradores ingleses e aumentar em muito o patrimônio da família, reinvestindo grande parte do dinheiro no replantio das videiras e também na construção de quilômetros de estradas, linhas de trem e na reforma de hospitais e escolas. É também nas adegas da Ferreirinha e pelas mãos de Luís Sottomayor, enólogo-chefe e atual responsável pela produção do Barca Velha, que são produzidos os Callabriga Douro, os vinhos durienses da já renomada “coleção” de vinhos regionais da Sogrape.

 

Casa Ferreirinha Casa Ferreirinha Casa Ferreirinha

Deixe seu comentário